• qui. maio 23rd, 2024

Em Juruá, ação conjunta prende grupo criminoso por furto qualificado, receptação e tráfico de drogas

ByPor Redação

fev 22, 2024

Ação foi coordenada pela PC-AM e contou com o apoio da PMAM e GCM

A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio da 70ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Juruá (a 674 quilômetros de Manaus), em conjunto com a Polícia Militar do Amazonas (PMAM) e Guarda Civil Municipal (GCM), deflagrou ação que resultou nas prisões de seis indivíduos que compõem um grupo criminoso responsável por crimes como furto qualificado, receptação e tráfico de drogas.

Foram presos Arlem Ferreira Campos, 30; Esley Monteiro do Nascimento, 24; Fábio Monteiro do Nascimento, 19; Luiz Carlos Silva da Silva, 21, o “Espalha Lixo”; Nilkson Pimentel da Silva, 19; e Roosevelt de Souza Dares, 19.

Conforme o delegado Bruno Rafael Nunes, da 70ª DIP, o grupo já estava sendo investigado pelos crimes de furto qualificado e receptação. Inclusive, Luiz Carlos já estava sendo procurado, tendo em vista que havia cometido diversos furtos na localidade.

“No dia 12 de fevereiro, Luiz Carlos juntamente com o Roosevelt cometeram um furto em um estabelecimento comercial e passamos a realizar buscas para prendê-los. Conseguimos prender Roosevelt inicialmente, e em seguida, prendemos Luiz em um sítio”, disse o delegado.

De acordo com a autoridade policial, em continuidade aos trabalhos, Arlem, Esley e Fábio foram presos pela receptação do material furtado. Durante buscas na casa de Arlem, foi apreendida uma pequena quantia de pasta base de cocaína, cerca de R$ 2 mil em espécie, e objetos oriundos dos furtos.

“Também identificamos que a mãe de Luiz Carlos, foi uma das receptadoras dos objetos furtados por ele. Ela será indiciada por receptação. Posteriormente, Nilkson, que também faz parte do grupo criminoso”, relatou Nunes.

Segundo o delegado, as investigações continuarão para identificar os envolvidos.

Todos foram conduzidos à unidade policial e ficarão à disposição da Justiça.

FOTOS: Divulgação/PC-AM.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *