• qui. maio 23rd, 2024

Morre autor do gol do título da Alemanha na Copa do Mundo de 1990

ByPor Redação

fev 20, 2024

Kaiserslautern confirmou a morte de Andreas Brehme

O ex-lateral Andreas Brehme morreu aos 63 anos, confirmou um dos ex-clubes do ex-jogador, o Kaiserslautern, nesta terça-feira (20).

Especialista em bolas paradas, Brehme tornou-se instantaneamente uma lenda do futebol alemão quando converteu o pênalti que garantiu a vitória por 1 a 0 sobre a Argentina, comandada por Diego Maradona, na final da Copa do Mundo de 1990, em Roma, garantindo o terceiro título mundial germânico.

“O FCK lamenta a morte de Andreas Brehme “, disse o Kaiserslautern, clube pelo qual o ex-lateral conquistou a Copa da Alemanha de 1996 e o Campeonato Alemão de 1998.

“Ele vestiu a camisa dos Red Devils por um total de 10 anos e se tornou campeão alemão e vencedor da Copa da Alemanha com o FCK.”

“Em 1990, ele levou a seleção alemã ao título da Copa do Mundo com seu pênalti e se tornou uma lenda do futebol. A família FCK está de luto profundo e nossos pensamentos estão com a família e os amigos de Andi.”

Brehme também jogou em times como Bayern de Munique, conquistando o título alemão de 1987, e Inter de Milão, pelo qual venceu o Italiano em 1989 e a Copa da Uefa de 1991. Se aposentou em 1998. Ele somou 86 partidas pela Alemanha, marcando oito gols, incluindo aquele pelo qual é mais lembrado. Foi vice-campeão mundial em 1986 e europeu em 1992.

“Estou chocado, muito emocionado e infinitamente triste. Minhas condolências vão à família e aos amigos, a quem desejo muita força nestes tempos difíceis. Andreas Brehme é um dos maiores e melhores jogadores de futebol na história alemã. O futebol alemão tem muito a agradecê-lo”, disse o presidente da Federação Alemã de Futebol, Bernd Neuendorf.

“Não consigo acreditar. A notícia da morte repentina de Andreas me deixa extremamente triste. Andy foi nosso herói na Copa do Mundo, mas, para mim, ainda há muito mais, ele foi meu amigo íntimo e companheiro até hoje. Sentirei falta de sua maravilhosa alegria de viver. Meus pensamentos agora estão com seus familiares, seus amigos e especialmente com seus dois filhos. Desejo a todos eles muita força”, falou Rudi Völler, diretor da Seleção Alemã e parceiro do ex-lateral na equipe.

Fonte: CNN Brasil

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *