• qua. maio 29th, 2024

Operação Átria: PC-AM apresenta dados das ações realizadas pelas Delegacias Especializadas em Crimes contra a Mulher

ByPor Redação

mar 27, 2024

No Amazonas, a segurança pública conta com três delegacias para atender, especificamente, vítimas de violência doméstica

A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM) apresenta os números das ações da Operação Átria, realizadas pelas Delegacias Especializadas em Crimes contra a Mulher (DECCM), durante o mês de março. A operação foi coordenada nacionalmente pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), e no Amazonas, a coordenação foi realizada pela Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP-AM).

No estado, a segurança pública conta com três Delegacias Especializadas em Crimes contra a Mulher (DECCMs), sendo elas DECCMs centro-sul, norte/leste e sul/oeste. A delegacia central funciona em regime de 24 horas, para atender mulheres vítimas de violência.

A delegada Débora Mafra, titular da DECCM centro-sul, disse que, dentro da Operação Átria, cerca de 598 vítimas de violências doméstica foram atendidas pela unidade especializada e 251 medidas protetivas de urgência foram solicitadas, até o dia 26 de março.

“Nós realizamos 11 diligências, 30 prisões em flagrante e demos cumprimento a três mandados de prisão preventiva, por diversos crimes no âmbito da violência doméstica. Vale ressaltar que 685 Boletins de Ocorrências (BOs) foram registrados e, também, foram instaurados Inquéritos Policias (IPs) e uns concluídos com autoria e materialidade”, informou a delegada.

De acordo com a delegada, 14 denúncias foram apuradas pelo 180, do Central de Atendimento à Mulher. A equipe policial também realizou 40 ações educativas para mulheres, entre elas panfletagens e palestras.

“As ações ocorreram em escolas, centros sociais e em pontos estratégicos voltados para o público feminino. Com isso, pudemos alcançar cerca de 3,1 mil pessoas, além de 598 vítimas de violências doméstica e familiar foram atendidas”, disse a titular da DECCM centro-sul.

Na DECCM norte-leste, a delegada Patrícia Leão, titular da unidade especializada, contou que a delegacia realizou cerca de oito ações educativas, sendo elas palestras, panfletagem e café da manhã voltados para o público feminino, com o intuito de conscientizar a população feminina.

“Na delegacia foram solicitadas 166 medidas protetivas de urgências, instauramos 200 Inquéritos Policiais (IPs) e obtivemos êxito no cumprimento de mandados de prisão preventiva, além de termos realizados algumas diligências”, relatou a delegada.

Ainda conforme a autoridade policial, 150 atendimentos foram realizados pelo Serviço de Apoio Emergencial a Mulher (Sapem).

E a DECCM sul/oeste, conforme a delegada Kelene Passos, titular da unidade especializada, foram instaurados 106 Inquéritos Policiais (IPs), solicitadas 61 medidas protetivas de urgência, cumpridos mandados de prisão preventiva e efetuados 14 prisões em flagrante.

“Fechamos o mês com resultados bastante positivos para a segurança pública do Estado. A DECCM sul/oeste também realizou ações de panfletagem, a fim de levar conscientização sobre os crimes contra a mulher. O combate é fortalecido em março, mas permanece ao longo do ano”, finalizou a titular da DECCM.

Denúncias

Em caso de denúncia no âmbito da violência doméstica, a mulher pode contar com uma rede de proteção e apoio. As vítimas têm diversos canais de denúncias, como o 190, da Polícia Militar do Amazonas (PMAM); 180, da Central de Atendimento à Mulher; e 181, da Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP-AM).

Caso seja vítima, ela também deve procurar um Distrito Integrado de Polícia (DIP) mais próxima do local do ocorrido, para registrar o seu Boletim de Ocorrência (BO), ou pode comparecer em uma das unidades da DECCMs.

A norte/leste está localizada na rua Nossa Senhora da Conceição, bairro Cidade de Deus; a centro-sul está situada na avenida Mário Ypiranga Monteiro, bairro Parque Dez de Novembro; a sul-oeste está lotada na rua Desembargador Felismino Soares, bairro Colônia Oliveira Machado.

FOTOS: Divulgação/PC-AM e Divulgação/SSP-AM.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *