• qua. maio 29th, 2024

Operação Bilhete Premiado: PC-AM prende donos de loteria clandestina em Coari

ByPor Redação

mar 28, 2024

A loteria organizada pelo, casal conhecida como “Amanhecer da Sorte”, foi fechada pelos policiais

A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio da Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Coari (a 363 quilômetros de Manaus), deflagrou na quarta-feira (27/03), a Operação Bilhete Premiado, e cumpriu mandado de prisão e de busca e apreensão em nome de Francinei Lira da Silva, 51, e Eliene Moraes da Silva, 31, apontados como proprietários de uma loteria clandestina no município.

Conforme o delegado José Barradas, da DIP de Coari, ambos estavam sendo investigados pelos crimes de lavagem de dinheiro, estelionato, associação criminosa e jogo de azar, tendo como vítimas várias pessoas que compravam cartelas para o sorteio de prêmios. Durante a operação, a loteria do casal, conhecida como “Amanhecer da Sorte”, foi fechada pelos policiais.

“Iniciamos as investigações após recebermos informações de denúncias de vítimas que compravam cartelas nos valores de R$ 2, onde eram realizados sorteios de prêmios nos valores de R$ 5 mil a 6 mil. Os ganhadores eram sempre parentes e amigos que tiravam fotos com os prêmios, e não havia nenhuma fiscalização ou autorização para funcionamento por parte do Poder Público”, informou o delegado.

Ainda segundo a autoridade policial, durante as investigações foi possível constatar que a falsa loteria fraudava ganhadores e não pagava os prêmios em dinheiro. O esquema envolvia várias pessoas, entre eles o casal que foi preso e eram os proprietários do local, ganhadores selecionados e vendedores de cartelas. Além das prisões dos donos do esquema, foram apreendidas cartelas de bingo, maquinário utilizado para fazer o sorteio dos números e aparelhos celulares dos envolvidos.

Eles responderão pela contravenção penal de jogo de azar, além dos crimes de estelionato, lavagem de dinheiro e associação criminosa.

Após os procedimentos cabíveis, os infratores serão encaminhados à audiência de custódia e ficarão à disposição da Justiça.

FOTOS: Divulgação/PC-AM.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *