• qui. maio 23rd, 2024

Operação de segurança na fronteira alcança apreensões no valor de R$ 2 bilhões

ByPor Redação

mar 5, 2024

A ação do Governo do Amazonas conta com apoio do Governo Federal

O Amazonas alcançou R$ 2 bilhões em danos ao crime, por meio de apreensões e prisões realizadas pelas Forças de Segurança, no escopo das operações Fronteira Mais Segura/Protetor das Fronteiras. Os dados da Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM) levam em consideração o período entre 2019 e 2024.

No Amazonas, as ações são coordenadas pelo Gabinete de Gestão Integrada de Fronteiras e Divisas (GGI-F), da SSP-AM, com o apoio do Governo Federal. As operações contam com efetivo integrado das polícias Civil (PC-AM) e Militar (PMAM), Corpo de Bombeiros (CBMAM), Departamento de Polícia Técnico-Científica (DPTC), Força Nacional e Marinha do Brasil.

Durante esse período, as ações foram desencadeadas em todo o Amazonas, como maior foco nas cidades onde há maior registro de ocorrências de crimes. As unidades integradas atuam no combate aos crimes de narcotráfico, biopirataria, roubos de combustíveis, de minério, dentre outros.

Dados da operação

Desde a criação, a operação Protetor das Fronteiras (antiga Hórus), em outubro de 2019, o Amazonas registrou apreensões de cerca de 71 toneladas de maconha do tipo skunk; quase oito mil pés de maconha; três toneladas de pasta-base de cocaína; e nove toneladas de cocaína. Também foi apreendida 1,3 tonelada de oxi e 56 quilos de crack.

Além disso, 358 embarcações; duas aeronaves e 487 veículos foram apreendidos no âmbito da operação. As ações resultaram em prisões de 2.800 pessoas; e em apreensões de R$ 4 milhões em espécie; 1.565 armas de fogo; mais de 21 mil munições e mais de 2 milhões de litros de combustível.

No período, foram apreendidas, ainda, mais de 215 toneladas de pescado ilegal; 77 mil animais vivos; 6 mil metros cúbicos de madeira ilegal; e 13 mil metros cúbicos de minérios.

Bases militares

As bases Arpão I; Arpão II; Governador Paulo Pinto Nery e Tiradentes operam com efetivos da operação Protetor das Fronteiras para combater ações criminosas nos rios do Amazonas. As unidades militares estão posicionadas em locais estratégicos nos rios e atuam em fiscalizações de embarcações de transporte de cargas e passageiros.

Além disso, as Forças de Segurança também atuam em cumprimento da operação em ações ostensivas realizadas em Manaus e municípios do interior do Estado.

Fotos: Divulgação/SSP-AM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *