• qui. jun 20th, 2024

Portal Ronda Geral AM

Notícias em tempo real!

Polícia civil prende líder de Organização Criminosa responsável por aplicar golpes em mais de 200 professores da rede estadual

ByPor Redação

jun 9, 2024

RAFAEL BRUNO LIMA DE SOUZA, conhecido como “RAFA DO PCC” liderava uma quadrilha que promovia a falsificação de documentos de identidade das vítimas que eram professores da rede pública estadual e abriam contas em seus nomes, realizando empréstimos consignados em valores que variavam entre R$ 50.000,00 (cinqu mil reais) a R$ 80.000,00 (oitenta mil reais).

A quadrilha conseguia junto à empresa de administração tecnológica de autorização de empréstimos consignados as senhas dos servidores públicos que lhes possibilitava a concessão dos empréstimos em folha.

Estima-se que pelo menos 200(duzentos) professores foram alvos da quadrilha que obtia ilicitamente os dados funcionais dos servidores.

As investigações concluíram que o grupo criminoso se subdividia em 05 (cinco) núcleos:

1 – um responsável por realizar furtos de identidades (RGs) em setores de achados e perdidos de instituições públicas, e realizar as falsificações de documentos a partir da manipulação dos papéis furtados

2 – outro núcleo responsável por resgatar as senhas de autorização de empréstimos consignados junto a empresas de administração de cadastros dos servidores;

3 – outro núcleo responsável por atuar diretamente nas agências utilizando a documentação falsa para abrir contas bancárias e conseguir os empréstimos;

4 – e outro núcleo responsável por escoar os valores, lavando os recursos a partir do recebimento via transferências pela plataforma PIX em empresas de fachada criadas para lavagem de dinheiro.

No último dia 17 de maio o 1DIP deflagou a OPERAÇÃO EMBAT, oportunidade em que os policiais prenderam os nacionais KELLY SUELLEN DA SILVA ALZIER; MANOEL FRANCO DE MELO FILHO; MARCELO MARQUES SALES; ARTHUR DA SILVA CARDOSO; LUAN MAIA MACEDO e GABRIELA DOS SANTOS PEDROSO.

“RAFA DO PCC”, estaria na condição de foragido desde a data da operação, tendo sido localizado na data de hoje num restaurante de luxo em Manaus.

Rafael também é algo de uma investigação que o aponta como um dos responsáveis por falsificar documentos para uma faccao Criminosa que opera no ramo do tráfico de drogas na região norte do País.

Rafael responderá por FURTO QUALIFICADO, ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA; ESTELIONATO; FALSIFICAÇÃO DE DOCUMENTOS PÚBLICOS; FALSIDADE IDEOLÓGICA e USO DE DOCUMENTOS FALSOS, após os procedimentos cartorários o mesmo será encaminhado a Audiência de Custódia onde ficará a disposição da Justiça.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *