• qui. jun 20th, 2024

Portal Ronda Geral AM

Notícias em tempo real!

Operação Caminhos Seguros prende 34 pessoas e atende mais de 300 vítimas

ByPor Redação

maio 22, 2024

Durante a operação foram realizadas ações educativas, preventivas e de repressão aos crimes de exploração sexual de crianças e adolescentes

Mais de 21 crianças e adolescentes em situação de exploração sexual resgatadas, 378 outras vítimas atendidas e 34 suspeitos presos. Esses são alguns dos resultados alcançados pela operação Caminhos Seguros. A ação foi deflagrada entre os dias (02/05) a (20/05) pelas Forças de Segurança e órgãos que integram a rede de proteção de crianças de adolescentes, no Amazonas.

Durante os 18 dias de operação, foram realizadas ações educativas, preventivas e de repressão aos crimes de exploração sexual de crianças e adolescentes. As atividades, também, contaram com a realização da Central Integrada de Fiscalização (CIF), com foco em motéis e pousadas irregulares.

A delegada titular da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (DEPCA), Joyce Coelho, ressaltou o êxito na operação que foi deflagrada na capital e interior do Amazonas.

“O Amazonas fecha essa operação que durou cerca de 20 dias com todos os órgãos fazendo a sua parte, exercendo a sua função mais uma vez. O estado só tem a ganhar com essa integração e a gente alavanca ainda mais a bandeira contra a exploração sexual de crianças e adolescentes, seja informando, identificando os pontos vulneráveis e, também, verificando alguns problemas existentes nesse enfrentamento para que no ano que vem possamos nos preparar para uma operação ainda melhor”, disse a delegada.

Durante todo o período da operação, a Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), registrou um total de 262 Boletins de Ocorrência (BOs), teve 64 inquéritos policiais concluídos com autoria e materialidade e registrou 45 Termos Circunstanciado de Ocorrência (TCO).

Exames Periciais

Para fornecer provas técnicas sobre a existência de lesões físicas, a presença de material genético do suspeito e outros vestígios que possam colaborar com o relato da vítima, o Departamento de Polícia Técnico-Científica (DPTC), registrou durante a operação cerca 89 exames periciais, sendo 29 por lesão corporal e 60 por violência sexual.

Conscientização

Com o objetivo de alertar pais, responsáveis e públicos em geral, a operação também contou com a integração das equipes de psicólogos e assistentes sociais dos órgãos que integram a Rede de Proteção. Em conjunto, realizaram mais de 90 palestras em escolas e abordagens e ações de panfletagem nas principais avenidas de Manaus. No total, mais de 7 mil pessoas foram alcançadas com as atividades.

Integração

Além dos servidores da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM) a operação contou com o efetivo das polícias Civil e Militar; do Corpo de Bombeiros do Amazonas (CBMAM); da Polícia Federal (PF); da Polícia Rodoviária Federal (PRF); da Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (SES); da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS); o Juizado da Infância e da Juventude Infracional do Tribunal de Justiça do Amazonas (JIJI/TJAM); a Secretaria de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc); da Secretaria Estadual De Assistência Social; a Empresa Estadual de Turismo do Amazonas (Amazonastur); da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB); do Ministério Público do Estado do Amazonas (MPE); do Ministério Público do Trabalho (MPT); do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef); da Secretaria Municipal de Assistência Social e Cidadania (Semasc); da Secretaria Municipal de Saúde de Manaus (Semsa); da Secretaria Municipal De Segurança Pública e Defesa Social (Semseg); da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas); o Conselho Tutelar e Visa Manaus.

Fotos: Divulgação/SSP-AM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *