• dom. maio 26th, 2024

PC-AM prende dupla por manter adolescente em cárcere privado e praticar estupro coletivo contra ela

ByPor Redação

abr 4, 2024

Vítima foi mantida em cativeiro durante dois dias em uma casa no bairro Mauazinho

Policiais civis da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca) prenderam, em flagrante, na quarta-feira (03/04), Douglas Chagas dos Santos, 19, e José Augusto Martins da Silva Filho, 21, por estupro coletivo praticado contra uma adolescente de 12 anos. Eles mantiveram a vítima em cárcere privado entre segunda (1°/04) e terça-feira (02/04), e consumaram a violência sexual em uma casa no bairro Mauazinho, zona leste de Manaus.

Conforme a delegada Joyce Coelho, titular da Depca, as diligências para localizar os infratores iniciaram após a vítima comparecer com seus pais à unidade policial e informar o ocorrido. Após escuta especial com a vítima, os policiais saíram em diligências e conseguiram localizar e prender a dupla.

“Além de Douglas e José, há um terceiro envolvido na ação, um adolescente de 15 anos, que está sendo procurado. Nós conseguimos prender a dupla na casa de Douglas, local onde a adolescente foi mantida em cárcere e estuprada”, disse a delegada.

Dinâmica do crime

Segundo a autoridade policial, o adolescente já conhecia a vítima e a chamou para sair na segunda-feira (1°/04), pelo fato de já se conhecerem, ela aceitou. Ele a levou para a casa de Douglas, que fica na mesma rua da casa dela.

Em seguida, eles chamaram José Augusto para a residência, momento em que começaram a abusar sexualmente dela, e a privaram de ir ao banheiro e ingerir alimentos e água.

“A mãe dela estranhou o fato dela não retornar para casa e registrou um Boletim de Ocorrência (BO) relatando o sumiço da filha, e ainda espalhou algumas fotos dela pelo bairro”, contou Joyce.

No cativeiro, a adolescente era vigiada constantemente pelo trio, no entanto, aproveitou o momento em que um deles dormiu e conseguiu fugir para a casa de uma vizinha e pedir ajuda.

A vítima foi levada à delegacia e passou por escuta especial e contou sobre toda a dinâmica do crime. Agora, ela está recebendo todos os cuidados médicos e psicológicos, e segue sob os cuidados de seus genitores.

A dupla foi localizada e presa. Ambos confessaram a prática criminosa e responderão pelos crimes de estupro de vulnerável a cárcere privado. Eles passarão por audiência de custódia e ficarão à disposição da Justiça.

FOTOS: Erlon Rodrigues/PC-AM.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *