• qua. maio 29th, 2024

PF faz operação contra russos investigados por lavagem de R$ 40 milhões com criptomoedas no Brasil

ByPor Redação

fev 27, 2024

Justiça determinou bloqueio de R$ 40 milhões, apreensão de carros de luxo e apartamentos

A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta terça-feira (27) a Operação Brianski, com o objetivo de combater uma associação criminosa envolvendo brasileiros e russos que estariam cometendo crimes de lavagem de dinheiro com recursos frutos de crimes praticados no exterior e com uso de criptomoedas.

Na ação estão sendo cumpridos dez mandados de busca e apreensão, sendo seis em Florianópolis (SC), dois em Goiânia (GO) e outros dois em Eusébio (CE).

A Justiça Federal determinou o bloqueio de R$ 40 milhões das contas dos investigados. E foram decretadas medidas contra os quatro principais alvos, como monitoramento eletrônico, proibição de deixar o país e de transacionar criptoativos.

Também foi determinado o sequestro de bens, tais como casas e apartamentos de alto padrão, terrenos e automóveis de luxo adquiridos pelos investigados no Brasil.

Também há bloqueios de contas bancárias vinculadas a 25 pessoas físicas e jurídicas, além de contas em exchanges, visando sequestro de valores em moeda nacional e de criptoativos.

As investigações tiveram início com a informação de que cidadãos russos teriam fixado residência em Florianópolis (SC) para usufruir de recursos oriundos de crimes praticados na Rússia. Durante as apurações os policiais descobriram que os principais investigados foram condenados no país de origem por crimes assemelhados a fraude e tentativa de roubo.

Após conseguirem se radicar no Brasil, os suspeitos passaram a integrar quadros societários de empresas, bem como a adquirir bens móveis e imóveis, alguns deles por meio de vultosos pagamentos em espécie.

A PF ainda descobriu que a integralização dos recursos oriundos da lavagem de capitais foi operacionalizada por brasileiros que se utilizaram de empresas sediadas no estado de Goiás, que salvo alvo de buscas hoje.

Com informações: CNN Brasil

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *