• qua. maio 29th, 2024

Dois indivíduos são presos pela PC-AM por estupro coletivo contra adolescente de 13 anos

ByPor Redação

mar 12, 2024

A vítima conheceu um dos autores pela internet e foi convidada para a casa dele, onde foi abusada sexualmente e agredida por cerca de oito indivíduos

A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), cumpriu, nesta terça-feira (12/03), mandado de prisão temporária de Andrey da Silva Fonseca, 18, e Joaz do Carmo Castilho 19, por estupro coletivo praticado contra uma adolescente, 13, no dia 28 de janeiro deste ano. As prisões ocorreram no bairro Petrópolis, zona sul.

Durante coletiva de imprensa, a delegada Joyce Coelho, titular da unidade especializada, informou que a denúncia chegou à Depca após a mãe da adolescente ter conhecimento do crime e comparecer à delegacia para denunciar os infratores.

“A adolescente relatou para a mãe que ela havia conhecido um indivíduo pela internet e passou a manter contato com ele. Durante as trocas de mensagens, o indivíduo convidou a vítima até à sua casa, onde o estupro coletivo foi praticado”, disse.

De acordo com a delegada, enquanto a adolescente estava indo para a casa do autor, ele fez diversas ligações para os seus amigos e os convidou para a sua casa. Na residência haviam cerca de oito envolvidos, que abusaram sexualmente e agrediram fisicamente a vítima.

“A adolescente passou a gritar por socorro e acabou chamando atenção de um dos moradores, fazendo com que o crime fosse interrompido. Após tomar conhecimento dos fatos, a mãe da adolescente chegou a acionar uma guarnição da Polícia Militar do Amazonas (PMAM), entretanto, na ocasião não foi possível encontrar nenhum dos envolvidos”, relatou.

Segundo a titular, após as investigações e mediante as informações obtidas, foi representada à Justiça pela prisão temporária de dois indivíduos que foram reconhecidos.

“As investigações em torno do caso continuarão para localizar e prender os demais envolvidos no estupro coletivo, para podermos dar o caso como solucionado” disse.

Procedimentos

Os autores responderão por estupro de vulnerável e ficarão à disposição do Poder Judiciário.

FOTOS: Erlon Rodrigues/PC-AM.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *